Resenha: A budgie's life

Oi pessoal! Por conta de estar botando os estudos em dia pra passar mais um semestre sem preocupações, a resenha acabou atrasando um dia, mas isso não é nada de mais. Aproveito para dizer que estou considerando inserir outros quadros no blog, mas claro que ainda deixarei dias sem nada já que tenho minhas ocupações e outros lazeres, né? Estou vendo direitinho o que trazer em qual dia para que não fique cansativo para mim.

A resenha de hoje é uma leitura super leve, afinal, nem todo dia nós queremos ler algo pesado, né? Apesar disso, os leitores podem se identificar e inclusive captarem várias pérolas de sabedoria através dos pensamentos e da rotina de quatro periquitos de estimação.

Informações

Título original: A Budgie’s life
Tipo: Webcomic
Capítulos: 75
Demografia: Slice of life
Gêneros: Comédia, drama.
Dias de publicação: Segunda, terça e domingo
Autora e ilustradora: Muffin Girl
Licenciado em: Naver plataform (LINE Webtoon)


Sinopse

A autora de alcunha Muffin girl é uma amante de pássaros e da natureza e por isso decide adquirir seu primeiro pássaro, chamado Tony. Seus pássaros são periquitos (acredito que todos) e ela produz então os quadrinhos sobre sua rotina com os pássaros, diversas coisas que observa neles, o que aprende sobre sua criação e manutenção além de claro, seu ponto de vista da vida secreta deles em sua pequena sociedade.

A leveza e profundidade da vida dos pássaros

Claro que você pode achar estranho ter contato com um quadrinho sobre passarinhos, mas para quem já leu coisas como Saphie – The one-eyed cat, esse webtoon vai ser barbada de assimilar. Confesso que não sou contra nem a favor de pássaros domésticos, muito menos entendo algo sobre esse tipo de aquisição, mas a história foi destacada pelo LINE e resolvi dar uma olhadinha por conta do traço e apresentação inicial dessa história que mais tarde, me fez rir bastante e me emocionou também.

Não tem muita análise que se possa fazer, sendo um quadrinho puramente para ser engraçadinho e um pouco tocante e não com a finalidade de instruir possíveis novos donos de passarinhos, sendo periquitos ou não.

Durante as tirinhas, o primeiro passarinho Tony passa por sua ambientação e com ajuda de sua dona os dois rapidamente formam um laço de confiança, algo atípico para budgies. Logo a sua dona entende que Tony está solitário ela compra outro periquito para lhe fazer companhia, mas acontece que ele é na verdade ela! O leitor aprende como diferenciar o sexo dos budgies, coisas que eles precisam comer e até sobre os brinquedos que gostam e a necessidade de mantê-los em atividade e interessados pelos brinquedos, afinal são pássaros domésticos.

Tony e sua mais nova companheira Chewy (por gostar de mastigar as coisas) tem um relacionamento conturbado e observamos várias rotinas dos bichinhos enquanto uma amizade com algo a mais vai se desenvolvendo e sim, claro que os pássaros também escolhem uma companheira! Tony se apaixona por Chewy, mas o negócio dela é mesmo comer e comer mais um pouco, um modo da autora representar que ela não está em sua maturidade total para ser ‘amada’. Com o tempo a dona acaba arranjando outro budgie chamado Nari, que é mais recatado e do lar e também acaba se interessando por Chewy (coitadinha, a única fêmea!) que o considera como um irmãozinho! Pássaros então também ficam na friendzone. Determinada a acasalar seus budgies, Muffin compra outro pássaro certamente fêmea e assim sua equipe fecha em quatro com a adorável Sophie. Infelizmente os outros pássaros não gostam muito dela por razões que só eles sabem dizer e mesmo que Sophie se apegue a Nari, ela continua sendo a mais excluída da turma e é assim que a história se desenvolve aos poucos, com diversos momentos cômicos da autora, dos budgies e até de sua família. Além de acompanharmos os nossos astros em sua forma de ave, a autora nos abençoa com tirinhas deles em forma humana num cenário escolar bem elaborado!

Saindo um pouco da comédia, aprendemos diversas curiosidades sobre a criação de periquitos e algumas dicas sobre sua criação enquanto a autora também se afunda em pesquisas para cuidar melhor de seus adoráveis pets!

Encerrando essa análise não analisadora, a melhor parte para nós que curtimos animes e coisa e tal são as paródias que o webcomic faz com diversas obras hiper populares! Passamos por Naruto, DBZ, Attack on titan e até clássicos do Ghibli, tudo com muita classe e emoção! Outra qualidade pesada do quadrinho é que alguns possuem música quando você está lendo, dando toda uma ambientação na história, sendo o dia a dia deles ou uma narrativa de algum dos budgies sobre a vida e tudo que existe nela.

Se você quer ler algo bem light nessa semana, aproveite e conheça A budgie’s life! Você vai se emocionar, rir pra caramba e talvez comece a shippar passarinhos!

Vou deixar o link para a leitura deste webtoon já que é direto no local que está licenciando a obra, vocês podem ler no celular pelo aplicativo do LINE Webtoon ou no navegador pelo site do LINE Webtoon!

O aplicativo você encontra na store mais próxima ou no seu local de preferência para apks.

Você pode ler o webtoon no navegador aqui.

Você também pode seguir a autora no twitter.

Infelizmente não encontrei nem em espanhol e nem em PT-BR no site de traduções do LINE Webtoon, mas se você souber um lugar legal para ler, por favor comente!

Não esqueçam de que se gostarem, ajuda bastante o autor se derem um coraçãozinho nos capítulos e marcarem para dar subscribe no webtoon! Assim você não perde nada novo e o autor ganha uns trocados!

Espero que tenham gostado da resenha dessa semana! Vejo vocês no próximo artigo!

Esta entrada foi publicada em Resenha e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.