Terças de Terror: Mahou Shoujo Site

Olá, Devoradores! Nessa segunda jornada pelo novo quadro vou falar desse mangá do mesmo autor de Mahou Shoujo of the End, que foi recomendado pela minha amiga e ex-colaboradora do blog e pode ser conferido aqui.

Ao invés de lidarmos com o típico terror, hoje vamos ver mais garotinhas sofrendo por conta dos poderes mágicos que conseguiram!

Encerrando, fique sabendo pouco tempo depois que comecei a ler que esse mangá será adaptado para anime, mas pode ler o post sem medo que não vou revelar nenhum evento chave da trama!

Informações

Título original: 魔法少女サイト
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: 7 volumes (PdO), 41 capítulos (online)
Status: Andamento
Demografia: Shounen
Gêneros: Drama, horror, mistério, vida escolar, sobrenatural
Período de serialização: 11 de Julho de 2013 a ?
Mangaká: Satou Kentarou
Ilustração: Satou Kentarou
Ano: 2013
Editora Japonesa: Akita Shoten
Revista Japonesa: Champion Tap!

Sinopse

“How misfortunate…”

A estudante Asagiri Aya sofre bullying na escola e em casa, pensando em se matar todos os dias, mas sem coragem suficiente para fazer isso de fato. Um dia, enquanto navegava pela internet, um estranho site aparece e uma criatura medonha lhe diz que agora ela possui os poderes de uma garota mágica e em breve receberá a sua varinha mágica~~

Tripas e magia

Um bom jeito de resumir o que se vê durante os capítulos de MSS poderia ser assim, mas o subtítulo é mais decorativo nesse caso. A história é sim recheada de gore, mas ela é menos gráfica que a outra obra do mesmo autor (Mahou shoujo of the end).

Durante os quarenta e um capítulos disponíveis nós acompanhamos a infeliz Asagiri, que sofre de uma ansiedade muito forte e por não conseguir falar normalmente com as pessoas acabou virando vítima de bullying intenso, até o ponto onde ela recebeu uma varinha mágica e os poderes de uma mahou shoujo, podendo matar quem quer que lhe encha os pacovás, mas claro que Asagiri é uma protagonista de coração mole que não quer se tornar um tipo de monstro, apenas quer viver rastejando pelos seus dias sem que ninguém a incomode. Além dos maus tratos na escola, seu irmão mais velho a usa de brinquedo para aliviar o stress e a sua família é uma bem normal: um pai violento e uma mãe que finge que nada disso é tão grave. Nesse cenário onde não existe quase humanidade nos personagens e somos constantemente apresentados a elementos chocantes, Asagiri acaba conhecendo através do uso acidental de sua “varinha mágica” outras inúmeras Mahou Shoujo que receberam o poder por serem tão miseráveis quanto ela, entre elas a que se torna sua melhor amiga de todos os tempos, Yatsumura Tsuyonu, que a protege e ensina diversas outras coisas sobre as mahou shoujo. Suas histórias trágicas servem para dar um boost ao motivo de terem sido selecionadas pelo misterioso site e seu admin, mas com poderes também vem as consequências sangrentas não é? Cada vez que se usa qualquer habilidade, seu tempo de vida diminui até que…well, vocês podem conferir na leitura.

Os mistérios das mahou shoujo, os reais motivos por trás do constante assassinato dessas garotas e os seres bizarros sem escrúpulos que estão comandando esse show de gore entre garotinhas são fatores apresentados ao leitor com empolgação e um ritmo por vezes meio frenético. É uma história que te deixa sempre esperando algo (horrível) e não te decepciona em acabar com qualquer esperança de um happy ending, mas certamente te faz imaginar que tipo de final esperar!

Enquanto o plot tem seus momentos de puro tédio, as diferentes garotas que conhecemos e seus trágicos backgrounds tentam nos manter entretidos, junto com uma pequena dose de fanservice aqui e ali. O conceito da varinha mágica não é novidade, mas é divertido e apresenta uma variedade suficiente para nos manter interessados no que se pode fazer com esse tipo de poder e nos faz pensar em como essas garotas vão conseguir reverter sua situação. O grande elefante do plot é o evento chamado ‘Tempest’, que está se aproximando e não tem cara de festa do chá.

Não tem muito que podemos vislumbrar enquanto desviamos de spoilers, apesar de não ter lido nada super original, a história me agradou pela falta de esperança de que qualquer coisa dê certo ali.

O traço do mangá é uma gracinha com cobertura de sangue, mas não é muito detalhado. Quem leu Higanbana no saku yoru ni, pode relacionar esses traços e o uso do texto constantemente para mostrar quão fundo no desespero o personagem da vez está, entre outros sentimentos.

Se tu já leu Mahou Shoujo of the End vai notar que os dois são bem similares em muitas coisas e apesar de MSS estar saindo tecnicamente depois, o mangaupdates diz que o Mahou shoujo of the End é uma história spin-off de MSS, mas não tenho como confirmar essa informação, então deixo isso no ar mesmo.

Se querem conferir essa história, recomendo que comecem já a acompanhar o mangá e torcer para que os scans lancem mais capítulos, pois a recém estamos sendo encaminhados para a primeira parte de peso na história.

Obrigada por lerem essa resenha complicada de fazer sem spoilar as partes mais tocantes deste roteiro! Se tu leu esse mangá ou está começando agora, deixe um comentário aí com sua opinião!

Tenham um ótimo dia e até a próxima, Devoradores~!

E lembrem-se…

Esta entrada foi publicada em Clube do Terror, Mangá, Resenha e marcada com a tag , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.