Resenha: Yogen no Nayuta

Olá, pessoal! Devido a correria desses últimos dias eu ainda estou super cansada, por isso já que li bastante para o post de ontem, hoje li um oneshot de um capítulo e resolvi falar sobre ele.

Informações

Título original: 予言のナユタ
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: Oneshot (1 capítulo)
Status: Completo
Demografia: Shounen
Gêneros: Drama, maduro, sobrenatural
Mangaká: Fujimoto Tatsuki
Ilustração: Fujimoto Tatsuki
Ano: 2015
Editora Japonesa: Shueisha
Revista Japonesa: Jump SQ


Sinopse

Uma antiga profecia diz que uma criança que nasceu com chifres e matou sua mãe ao perfurar seu útero, tem poderes mágicos e vai destruir o mundo, mas seu irmão mais velho não pensa assim.

O amor fraternal

Essa mania de dar subtítulos sempre me lasca, mas novamente uma das coisas mais presentes nessa curta história é o amor fraternal. O protagonista tem uma irmã esquisita e que por vezes lhe dá medo, mas ela ainda é sua irmã e ele vai protegê-la mesmo que ela venha a destruir o mundo. A história rapidamente mostra que após a morte da mãe deles, o pai é assassinado por um dos fanáticos que acreditam na profecia, mas também existem muitas pessoas que não ligam, não acreditam e nem se importam com a garota.

O mangá também mostra a dificuldade que a barreira de comunicação entre os dois personagens causa e os problemas que seguem dela e que nem mesmo o amor fraternal pode traduzir. Apesar do esforço de ambos para se manterem juntos, é possível entender que apesar de ser uma menina estranha, Nayuta tem um forte sentimento de proteção pelo seu irmão e não se importa se tiver que por fim a qualquer coisa que faça mal a ele, logo, o leitor pode entender que a ignorância e violência das pessoas contra ela e seu irmão se torna o principal motivo da profecia se cumprir.

Não existe muito desenvolvimento de personagens, mas se esse mangá fosse serializado e melhor explorado, com certeza teríamos um mangá bem satisfatório. Enquanto isso não acontece, muitos leitores da obra indicam a leitura de Fire Punch, do mesmo autor.

Quanto ao traço, achei bem legal para os personagens, mas sem tanto investimento na cena que mostro aqui das espadas no céu, gostaria de ver esse cenário melhor trabalhado já que faz parte do poder da Nayuta, fora isso não deixa a desejar para um one shot.

Para quem procura uma história curtinha e um pouco comovente, favor dirigir-se ao seu leitor favorito e procurar por esse título! Espero que tenham gostado do post e até a próxima!

Não esqueçam de conferir o servidor do Discord! O link está ali no menu lateral. Lá pode-se falar de tudo um pouco, interagir e se divertir com os outros membros ~

Esta entrada foi publicada em Mangá, Resenha e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.