Resenha: Senryuu Shoujo

Oi, pessoal! Hoje o post saiu fora do horário regular por motivos de: estava ocupada. Agora que estou aqui escrevendo, estou feliz pela leitura que fiz e espero que vocês também fiquem felizes! Escolhi um mangá 4-koma bem leve hoje.

Informações

Título original: 川柳少女
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: 3 volumes PdO, 11 capítulos online
Status: Andamento
Demografia: Shounen
Gêneros: Romance, vida escolar, slice of life
Mangaká: Masakuni Igarashi
Ilustração: Masakuni Igarashi
Ano: 2016
Editora Japonesa: Kodansha
Revista Japonesa: Shuukan Shounen Magazine e Young Magazine
Link do mangá no Anime-Planet

Sinopse

Nanako Yukishiro é uma garota legal, divertida e fofa, mas ela prefere expressar o que pensa através de senryuus (um tipo de poema envolvendo a contagem das sílabas, como o haikuu. Seus dias no clube de literatura junto com seu colega Eiji são recheados de senryuus e aventuras da juventude.

Poemas e adolescência

Sempre me atraem as histórias que utilizam haikus ou outras de suas formas como uma base ou similar. Vocês podem se lembrar da minha resenha apaixonada sobre Kotonoha no Niwa, uma história contada a partir de um haiku. O mangá de hoje gira em torno de senryuus, então primeiro vamos ver o que é isso em um modo bem resumido:

Senryuu é um tipo de poema curto como o haiku, ele usa uma contagem para sua construção que segundo minhas pesquisas se dá da seguinte forma: 3 linhas com 17 on, que chamamos de sílabas, mas caso queira entender melhor o on, aconselho pesquisar mais a fundo. Vi vários locais dizerem também que enquanto haikus falam mais da natureza e são mais sérios, seiryuus são mais de um humor cinza a negro e até cínicos! Além disso, os dois tem um ritmo de leitura como qualquer tipo de poema, mas variam nos ritmos e palavras de corte.

Deveras interessante, né? Tem mais sobre a construção de ambos por aí, aconselho a pesquisarem caso se interessem~

Acabada essa aulinha rapidona, vamos falar do roteiro! A história de Senryuu Shoujo é bem suave e cheia de momentos bem-humorados enquanto acompanhos a vida de Nanako e Seiji principalmente, com seus dias sendo passados na escola, no clube de literatura e na sala de aula e em alguns eventos ao ar livre também. Aos poucos a história vai nos trazendo um sentimento bem gostoso e confortável, algo do tipo que sentimos quando voltamos para a nossa amada casinha depois de um dia cansativo. Os amigos e familiares dos personagens ajudam a dar um toque extra na história trazendo geralmente mais comédia e uns toques sobre o problema de Nanako de falar até mesmo em sua casa e claro, momentos na vida com os quais todos nós podemos nos identificar. A história tem um ótimo desenvolvimento, cativando o leitor aos poucos e o fazendo ficar ansioso para saber o suave desenrolar do par romântico e claro, a eterna curiosidade se algum dia Nanako vai falar.

Os personagens como eu disse antes, são poucos, mas são muito calorosos e tem um desenvolvimento interessante. O que? Achou pouco? Vai ler então, oras…

Os poemas são uma parte vital desse mangá, mas não posso afirmar que estão mantendo alguma coisa do original na tradução, afinal deve ser bem complicado fazer essa adaptação e continuar no esquema do senryuu, além do mais eu tive que dar uma olhadinha nos ritmos para me divertir mais durante a leitura, recomendo fazerem isso também! Eu assisti alguns vídeos de pessoas lendo senryuus.

Se nessa semana você quer um mangá suave e gostoso de ler, além de umas boas risadas, por favor procure Senryuu Shoujo!

Vejo vocês no próximo post! Ou…se juntem a mim e minha gêmea no Discord 😀

Esta entrada foi publicada em Mangá, Resenha e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.