Resenhando: Asagao to Kase-san

Oi, pessoal! Sei que hoje é sexta e não quinta, mas ontem eu estava super mega hiper ultra plus com refinamento +15 mortinha da silva, então é hoje mesmo que sai o post para não deixar essa semana em branco no quadro resenhando (dessa vez eu acerto o novo nome no banner!).

Recentemente saiu um curta animado de Asagao to Kase-san e eu depois de assistir, resolvi ler o mangá e contar para vocês o que achei. Antes de tudo, não sou muito fã de shoujo no geralzão, então esperem algo bem imparcial e confiável (ou não?).

E um último recadinho antes de começar: Só hoje que notei que o link do Discord estava vencido, então já troquei! Chame os amiguinhos do bem para um server muito da paz onde damos bom dia/tarde/noite e reclamamos como estamos cansados de trabalhar!

Informações

Título original: あさがおと加瀬さん。
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: 4 volumes PdO, 24 capítulos online
Status: Andamento
Demografia: Shoujo-ai
Gêneros: Comédia, romance, vida escolar, esportes
Mangaká: Takashima Hiromi
Ilustração: Takashima Hiromi
Ano: 2010
Editora Japonesa: Shinshokan
Revista Japonesa: Flash Wings e Hirari
Link do mangá no Anime-Planet

Sinopse

Yamada é uma garota atrapalhada, sem nenhuma vocação atlética e sem conhecimento algum sobre se apaixonar, enquanto Kase-san é super atlética, popular e aos olhos de Yamada, extremamente atraente! Elas são duas garotas, mas o coração de Yamada não para de bater acelerado por Kase-san, a quem ela admira enquanto segue sua singela paixão de cuidar da paisagem viva da escola.

O primeiro amor entre duas…garotas!?

Enquanto Yamada nem consegue conceber que pode se apaixonar sim por uma garota, Kase-san já conta com diversos rumores de que ‘namora garotas’ e não só namora elas, como muitas delas, lindas e atléticas e tudo mais que Yamada não se acha ou não é. Nesta lindinha história de um primeiro amor, o leitor é levado para um paraíso aconchegante e moderadamente ensolarado, recheado das dúvidas e incertezas e das primeiras vezes em muitas coisas da tímida Yamada e das investidas e aprendizagens da popular Kase-san.

Uma das coisas boas sobre shoujo-ai, é que a leitura é tão leve e romântica que os pequenos dramas que existem não costumam rasgar o nosso coração, mas isso não significa que Asagao to Kase-san é uma história superficial, não mesmo! Durante a leitura, é possível perceber todo tipo de dúvida e problema de um primeiro relacionamento e sutilmente, dicas são dadas ao longo da leitura como a importância da comunicação entre um casal, sinceridade, intimidade e uma infinidade de outras coisas, tudo isso que é essencial num relacionamento é mostrado de modo muito leve e delicado, envolvendo o leitor em uma leitura rápida, objetiva e suave.

A revista Hirari publica one-shots yuri se bem me lembro do que li ontem, então a autora continuou lançando seu mangá nessa revista em histórias fechadas sobre Yamada e Kase, que foi do jeito que eu li, com alguns extras inclusive. Cada capítulo é uma história fechada, mas elas têm segmento e ás vezes vemos menções de eventos passados também.

Os personagens não são tão variados, os que mais têm destaque são as protagonistas e gostei de ver o contraste de suas personalidades e o amadurecimento lento e conjunto que as duas sofrem no decorrer dos eventos e o mais legal: o quanto uma teve um impacto muito grande no modo de vida da outra.

A arte é típica de um shoujo com o adicional de cenas yuri leves e românticas, não é nada feia, mas tem uns momentos do traço mais trabalhado e do traço mais cômico, o que é ótimo!

Se meus adorados devoradores procuram uma leitura shoujo-ai bem agradável, tratem logo de conferir o mangá da postagem de hoje!

Vejo vocês amanhã para o nosso clube do terror!

Esta entrada foi publicada em Mangá, Resenhando e marcada com a tag , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.