Clube do Terror: Yajin

Olá, queridos leitores! Espero que estejam tendo um ótimo fim de semana. Aqui na minha cidade está um dia super quente e ensolarado, não muito temático para ler histórias de terror, mas é a vida, não é mesmo? Hoje vou contar minha curta experiência com os capítulos traduzidos disponíveis do mangá Yajin.

Informações

Título original: 夜人
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: 2 volumes PdO, 13 capítulos online
Status: Andamento PdO
Demografia: Shounen
Gêneros: Horror, vida escolar, slice of life, sobrenatural
Mangaká: Okabe Uru
Ilustração: Okabe Uru
Ano: 2018
Editora Japonesa: Shogakukan
Revista Japonesa: Manga One e Ura Sunday
Link do mangá no Anime-Planet

Sinopse

Onda Iko é uma estudante que consegue ver espíritos e como isso é muito irritante, sua vida é um saco. Agora mesmo tem um espírito assombrando seu quarto e ela não consegue dormir por isso! De repente, Onda é apalpada por certos espíritos diferentes e uma aventura de fantasmas, viagem astral e organizações secretas começa!

Pra sair do corpo, é só apertar os mamilos!

Pode parecer tudo uma grande bobagem, mas é apenas uma coleção de frases engraçadas do mangá, pois Yajin, apesar de ser um horror leve e jovial, ainda é creepy. Onda é apalpada por um fantasma, é verdade, mas esse fantasma era um de seus colegas da escola que agora consegue fazer viagens astral, ou seja, sai do corpo físico e vai aprontar em seu corpo astral, sem nem saber direito como isso realmente funciona e quais as consequências. De repente essa inocente aventura de brincar de espiar garotas por aí acaba se tornando uma questão de vida ou morte, quando os Night One começam a se interessar em Onda e seus amigos e até em seu cachorrinho. O que começou muito bobo pode terminar em morte, mas certamente vai envolver essa irmandade de espíritos que se desligaram de seu corpo quase que voluntariamente para seguir uma vida vazia exterminando demônios até o nascer do Sol.

Tendo um roteiro bem simples e poucos capítulos traduzidos para se tirar uma conclusão melhor ou até mesmo entrar mais a fundo na sua história, Yajin ainda conseguiu interessar a autora desta postagem, com a velha curiosidade. Não é um mangá complexo ou leitura pesada, não ensina nada fora do basicão para os leitores em sua superfície, mas em algum grau mais vertical, aborda sim a questão da vida e morte, o que vale a pena, qual a moral, entre outras perguntas que podem surgir na cabeça das pessoas mundo a fora.

Como a história em seu décimo terceiro capítulo apenas começa a entrar realmente no que vai nos contar, os personagens também não tem muita profundidade. Suas personalidades são bem divididas, fazendo com que cada um tenha o papel de apoio necessário para o próximo e para interagir com o antagonista apropriadamente. Até o momento o terreno está totalmente pronto para uma história satisfatória com personagens engraçados e marcantes.

O traço utiliza bastante sombras e preto para dar o clima do gênero, mas não chega a conter ilustrações muito pesadas, mesmo que algumas realmente te deem uma sensação de que “algo está errado” e aquela aparência claramente não-natural.

Com tudo demonstrado nessa postagem rápida, Yanji parece interessante de acompanhar e ver seu desenvolvimento. Minhas expectativas não são altas, mas como é uma publicação atual e está no início, espero que pelo menos tenha uma conclusão sem muita extensão.

Já leu Yanji? Deixe um comentário aí embaixo! Gostaria de ler? Basta procurar no seu leitor favorito! Vejo vocês na próxima postagem, que provavelmente será antes de quarta no quadro “leituras da meia-noite”.

Esta entrada foi publicada em Clube do Terror, Mangá, Resenha e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.