Resenhando: Komi-san wa Komyushou Desu

Olá, Devoradores! Depois de uma semana de descanso das leituras alucinadas, volto ao ritmo com esse belo mangá que certamente muitos conhecem, pois, está fazendo um super ultra sucesso! Hoje eu vou falar de Komi-san wa komyushou desu e de como desordem de comunicação e ansiedade social são abordadas nesse lindo mangá.

Informações

Título original: 古見さんは、コミュ症です。
Tipo: Mangá
Volumes e capítulos: 10 volumes PdO, 169 capítulos online
Status: Andamento PdO e online
Demografia: Shounen
Gêneros: Comédia, romance, vida escolar
Mangaká: Oda Tomohito
Ilustração: Oda Tomohito
Ano: 2015
Editora Japonesa: Shogakukan
Revista Japonesa: Shuukan Shounen Sunday
Link do mangá no Anime-Planet

 

Komi-san não consegue se comunicar, e você?

Um dos males que é mais popular hoje em dia quando falamos de transtornos e desordens psicológicas e por consequência sociais, é a ansiedade social e a desordem de comunicação. Essas criaturinhas malignas fazem com que uma pessoa sofra de extrema timidez e também sofra muito para bolar um tópico de conversação ou sequer enviar uma mensagem de texto. Existem graus diferentes que devem ser diagnosticados por um médico especialista na área, mas o ponto é que isso acontece e acontece muito. Em Komi-san, a bela protagonista sofre desses males e não consegue dizer uma palavra para as pessoas normalmente, apesar de conseguir escrevê-las. Mandar mensagens e escrever suas falas também é um pouco complicado, exigindo muito tempo de pensamento e muito mais tempo de arrependimento por qualquer coisa.

A trama dessa obra é super simples e leve, contendo bastante comédia que varia de coisas simples a outras bem mirabolantes. Na vida de Komi, as coisas começam a mudar para melhor quando ela conhece o protagonista masculino da história, Tadano Hitohito, que costumava ser muito ruim em ler a atmosfera de um local e agora é tão bom nisso, que consegue captar que Komi-san não é uma má pessoa ou se sente superior aos outros, é apenas ruim em se comunicar! Ele faz do seu objetivo na escola ajudar Komi a vencer seus problemas e conquistar seu sonho de ter 100 amigos e assim muitas aventuras se desenrolam enquanto Komi e Tadano conhecem novos colegas de classe que também tem suas peculiaridades.

Além da comédia, também existe romance em Komi-san e devo dizer que é um dos mais sutis e lindos que já li de romances na adolescência. Com Tadano sendo o único que consegue lhe entender muito bem, o laço entre eles vai estreitando até o ponto onde outros sentimentos vão tomando lugar, aquela coisa nova no coração de um adolescente, um sentimento caloroso, mas diferente de amizade, que cria anseios diferentes, mas também traz tranquilidade e segurança. Tadano é um protagonista muito agradável que cuida muito bem de sua estimada amiga e não nega que sente algo por ela, apesar de não externar e nem tornar esse assunto um foco cansativo. O sentimento de amizade e amor dos dois demonstra muito carinho, confiança e atenção, que são elementos principais em qualquer relacionamento saudável, seja ele romântico ou não.

No geral os personagens são um show de excentricidades. Suas personalidades demonstram suas qualidades e defeitos de forma exagerada e não é diferente com os protagonistas. Além disso, o autor colocou seus nomes como piadinhas com palavras, como por exemplo a protagonista que se chama Komi Shouko e é uma brincadeira com o termo Komyushou que é usado para pessoas que tem esse problema em se comunicar, ou uma colega que é amiga de infância de todos, todos mesmo! Seu nome é Osana Najimi, quando osananajimi é o termo usado para amigo de infância. Existem muitas outras personalidades interessantes e até irritantes que vão aparecendo ao longo da história e vou deixar para que meus lindos leitores descubram com seus próprios olhos!

O traço é muito bonito e faz juz aos momentos de comédia, dá atenção aos detalhes e passa muito bem ainda que de forma um pouco cômica como uma pessoa com os problemas de Komi-san se sente. É bom que o traço exagere essas coisas para que exista um maior entendimento dos sentimentos de alguém nessa situação, por isso parabenizo muito o autor pelo seu trabalho!

O traço é tão conquistador que diversas tirinhas e cortes do mangá se espalharam por aí, principalmente os que a personagem ganha orelhas de gato por algum motivo misterioso~

Além de uma leitura divertida, Komi-san é um mangá excepcional para quem quer aprender mais sobre essa desordem de comunicação e ansiedade social. São problemas comuns que atingem muitas pessoas de várias idades por diversos motivos e devem ser levados a sério. Se você sofre de algum desses problemas, não hesite em procurar um médico e manter perto de você apenas aquelas pessoas que te fazem bem, que te querem bem e entendem sua situação. Aos poucos é possível superar essas adversidades, mas não é algo para se tratar de modo banal, ok? Um mangá também tem sempre algo a mais, algo a nos passar, uma mensagem que pode ser um comportamento que é bom ou ruim, atitudes boas a se tomar com amigos e interesses amorosos e uma infinidade de outras mensagens, mas você leitor precisa também captar as mensagens e seus detalhes.

Por fim, além de uma leitura rica em conteúdo, muito engraçada e com um traço adorável, Komi-san wa komyushou desu também é recheado de referências a jogos, mangás, animes e até memes famosos!

Já conhece esse mangá? Comenta aí! Não conhece? O que está esperando pra ler? Depois me conta a sua experiência também!

Vejo vocês no sábado com um clube do terror em dobro!

Esta entrada foi publicada em Mangá, Resenha, Resenhando e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.